3 de jul de 2018

Dez Pérolas grátis para Tarotistas e Afins



Dez Pérolas grátis para Tarotistas e Afins
por Nei Naiff no Facebook em 17/01/2016

1.      Quando o consulente diz que meu consultório é "longe de onde mora", respondo, então, que ele não precisa daquela consulta, nem está disposto a mudar nada em sua vida. Dou o telefone de outra pessoa, mesmo que deseje uma consulta comigo...

2.      Quando digo os horários que tenho para atendê-lo por Skipe ou telefone, e o consulente quer que seja na "folga dele" (domingo ou à noite), respondo com um simples "não". Você pede para um médico fazer isso? Adapte-se...

3.      Não mude sua agenda pessoal (cinema, TV, viagem) por nenhum consulente ao tarô (ninguém, nem amigos), não importa o que tenha acontecido! Será ele quem deve mudar a vida para receber nossa orientação...

4.      Tarô não é magia e nada se resolve da noite para o dia! O consulente leva muitos anos negligenciando/procrastinando e deseja a solução em 10 minutos? Impossível! Dá, sim, para esperar...

5.      Se a questão for carma ou de terceiros (demissão, abandono, divórcio, saúde), aí, sim, que não poderemos resolver nada em segundos. Dá, sim, para esperar ainda mais...

6.      "A consulta é cara?" Ele diz. Cara? Respondo e emendo: Quanto custa o que vem analisar comigo? É casamento? Quando custa seu marido? É trabalho? Quanto vale seu trabalho?...

7.      "Mas disseram que essas coisas devem ser de graça..." Replico: "Isso é dogma de kardecista, não sou dessa religião... Não psicografo, nem recebo entidade no ato da consulta. Estudo e compro livros, é caro saber o que sei."

8.      Não tema "perder" o cliente, não se "venda" para o consulente. Ele busca um serviço e tem o direito de cancelar na última hora. Nunca conte com ele, nem julgue que ele deva alguma amizade ou gratidão.

9.      Não queira convencer seus familiares e amigos do que faz. Não deseje reconhecimento de quem não acredita no tarô (ou ainda de quem não gosta de você ou de suas ideias...)

10.  Não ligue para o que falem de seu trabalho. Passe reto!...

Tarotistas, ajo dessa maneira desde 1989, muito antes de escrever meus livros, de ser conhecido na praça, de saberem quem sou. Então, é uma postura, um princípio de vida espiritual e profissional.

Quer respeito?

Dê-se ao respeito!


Curso de Aromaterapia





CURSO: AROMATERAPIA
OBJETIVO: Formar o aluno em Aromaterapeuta.
DURAÇÃO: 05 (cinco) meses.
CARGA HORÁRIA: 40 horas/aula
CONTEÚDO:

Historia da Aromaterapia:
- Origens e o panorama atual da Aromaterapia.
- Conceitos de Aromaterapia, óleos essenciais e veículos carreadores
Métodos de extração dos óleos essenciais:
- A história do Alambique e da Destilação
- Controle de Qualidade
- A parte da Planta onde são Encontrados os Óleos
Diferenças entre:
- Óleos Essenciais, Essência e Óleo Vegetal
Mecanismos de Ação da Aromaterapia:
- O mecanismo de ação farmacológico
- O mecanismo de ação olfativo
- Teoria da memória olfativa
- Os caminhos dos óleos essenciais no organismo.
Estudos dos principais óleos essenciais:
Para mais de 50 Óleos Essenciais e Vegetais
(Fichas Técnicas dos Óleos Essenciais e dos Óleos Vegetais)
- família botânica
- região de extração
- yin/yang
- escalas
- grupos afinidade
- arquétipos
- composição química
- sinergia
- indicação, contra indicação, precauções
A Utilização dos Óleos de Essências:
- Combinação e Armazenamento
- Prática clínica (O que é importante para a prática clínica eficiente?)
- Como fazer o produto aromaterapêutico
- O que é o produto aromaterapêutico?
- Quais bases podem ser usadas em Aromaterapia?
- Quanta base deve ser produzida?
- Como se junta a base com a sinergia?
- Como se determina a concentração?
- Qual a validade do produto?
Como aplicar o produto aromaterapêutico:
- Qual deve ser a frequência de atendimento?
- O que é importante na anamnese em Aromaterapia
- Quais os principais itens da avaliação física?
- Prática e ética.
Métodos de aplicação dos óleos essenciais. Oficinas de:
- Reflexologia
- Escalda Pés
- Cuidados Básicos com Beleza (máscaras de argila e etc.)
- Dicas de Banho Aromático, sabonetes e alguns tipos de produtos de higiene pessoal.
- Aromatizadores: Pessoais e de Ambiente
Estudos Clínicos para a conclusão do Curso

Maiores informações:
Agnes' Natuterapias
Fones: 55-11-2805-4917/2129-7401/97139-7192(Vivo)/97961-0313(Tim)/96172-1110(Claro)/97974-1396 (Oi)

e-mail: agnesnatuterapias@gmail.com

           contato@agnesnatuterapias.com.br


3 de jun de 2018

Loucas ou Cíclicas?






Loucas ou Ciclicas?
Você sabia que o Dia Internacional da Mulher foi oficializado pela Organização das Nações Unidas em 1975, mas já era celebrado muito tempo antes, desde o início do século 20? Sua raiz tem origens trabalhistas e ainda hoje é “celebrado” em todo o mundo com protestos e manifestações a favor dos direitos das mulheres.

Houve uma deturpação do motivo real deste dia, e para algumas pessoas, essa data se tornou mais uma no calendário comercial. Dia em que as vendas aumentam muito nas floriculturas em todo o mundo.

Mas qual é a nossa luta? Para que um dia internacional da Mulher?
Muito já conquistamos desde que a primeira mulher se levantou contra a submissão e os abusos do patriarcado, mas ainda há muito a ser feito. Ainda paga-se menos às mulheres que aos homens, pelo mesmo trabalho, ainda somos as maiores vítimas de violência doméstica, ainda somos vítimas de todo o tipo de abuso e violência, ainda temos medo de andar sozinhas pelas ruas à noite, ainda sofremos violência obstétrica, ainda temos menos voz política e social.

E acima de tudo, ainda há uma luta a ser travada dentro de nós mesmas, para que amemos nossos corpos, reverenciemos nosso sangue, vejamos as outras mulheres como irmãs, curando todas as feridas que há no inconsciente coletivo feminino, incluindo todas as que se sentem mulheres, mas que nasceram em um corpo masculino, reverenciando também o masculino sagrado e abrindo o coração para a dor também desse masculino ferido. Nos despindo de tudo o que o patriarcado construiu dentro de nós mesmas. 

A mudança começa aqui dentro!
Então, hoje, quando for parabenizar uma mulher pelo seu dia, olhe nos olhos dela, reconheça suas batalhas internas, reverencie sua luta, e não se esqueça também de olhar no espelho, bem no fundo dos seus olhos e honrar a mulher que você é!

Com amor,

Carol Neves e equipe Pachamama


13 de abr de 2018

Glúten faz mal? Modismo ou questão de saúde e ecologia?





Responda rápido: glúten faz mal? Sim ou Não?

E se a maior autoridade no Brasil em nutrição funcional, o professor Gabriel de Carvalho, do Instituto de Nutrição Avançada, pudesse responder isso pra você agora? 

O que você acha que ele diria?

Como muita gente ainda acha que glúten só afeta sensíveis e celíacos… e como a minissérie Existe Vida Após o Glúten já já vai ao ar (dia 23 de abril), o Leo e a Timi liberaram esta explicação contundente do Prof. Gabriel pra você já ir entrando no clima…

Aqui no Instituto Pindorama nós sempre alertamos que um dos maiores problemas com o trigo é que no processo de colheita, ele tem que ser pulverizado com glyfosato para que a secagem aconteça mais rápido para que as colheitadeiras possam entrar em campo. Então tudo que é feito com farinha de trigo tem altos índices de glyfosato (o veneno da Monsanto/Bayer que é cancerígino e ligado ao surto de autismo que temos hoje).

Vou te passar 2 links então:

Aproveite a explicação e a minissérie que são IMPERDÍVEIS!
Abraços fraternos,

Nilson Dias
Instituto Pindorama
Vida Simples, Pensamento Elevado.
http://www.pindorama.org.br

1.     No vídeo do prof. Gabriel, você vai descobrir:

  • Por que retirar e substituir o glúten não é apenas para celíacos ou intolerantes?
  • Por que este assunto diz respeito a todo mundo?
  • Quais os maiores problemas do consumo de glúten?
  • Poder de viciar!
  • Índice glicêmico dos principais alimentos com glúten!
  • Glúten tem algum valor nutricional? A gente precisa dele pra qualquer processo fisiológico?
  • Há qualquer risco em cortar o glúten?
  • É possível desenvolver intolerância quando se volta a comer glúten após um período sem?


6 de abr de 2018

Por que mês da Mulher?




Ei Você,
Temos um presente para você! Mas antes queremos compartilhar uma reflexão...
Março chegou, e com ele milhares de campanhas e propagandas sobre a mulher e as questões femininas.

Mas e no resto do ano?

É maravilhoso ter um mês só nosso, onde todos voltam seu olhar para as questões femininas.

É claro que em Março a gente aproveita todo esse clima que está no ar, pra lançar mais sementes, porque os solos ficam mais férteis.

Por isso, para nós, março é tempo de honrar as lutas femininas, conectar com todas as vitórias sociais e políticas das mulheres ao longo dos últimos anos, e perceber que ainda há muito a ser feito. Mas acima de tudo, é tempo de olhar pra dentro e harmonizar as nossas batalhas internas.

Ser mulher é uma dádiva, somos cíclicas, somos o espelho da grande mãe criadora.

Você consegue reconhecer em você, e nas mulheres ao seu redor, toda essa beleza?

Um ferramenta de autoconhecimento fundamental para quem está mergulhando nessa jornada interna de se conectar consigo e de se permitir descobrir toda a beleza que há em ser mulher, é a mandala menstrual, ou diagrama lunar.

Através dele, reconhecemos essa ciclicidade que nos permeia e somos capazes de descobrir e honrar cada mulher que habita em nós.

Por isso, decidimos presentear você com um diagrama lindo no mês da mulher!
Baixe gratuitamente em nosso site e boas descobertas...


Com amor,
Carol Neves e Equipe Pachamama


26 de mar de 2018

Dia Internacional da Mulher





Hermanas,

Eu assumo, neste momento, a responsabilidade pela cura de minhas relações com todas as mulheres. 
Peço perdão por cada momento que me movi em direção à competição, ao territorialismo, à agressividade passiva...e por cada momento em que respondi a tudo isso também em desamor.
Peço perdão por cada vez que olhei nos olhos de outra mulher e não consegui perceber que via somente a mim mesma... Caindo no julgamento, na crítica e no distanciamento.
Peço perdão por toda e qualquer traição da confiança e perdoo pela construção da expectativa alheia. 
Peço perdão por palavras ditas indevidamente, que criaram desarmonia, intriga ou desavença.
Peço perdão por minha vitimização, pela falta de responsabilidade em minhas relações, pela falta de carinho e cuidado... Sinto muito, por ter sido em muitos momentos, o reflexo obscuro de mim mesma e muitas outras mulheres que encontrei em meu caminho. Sinto muito se a expressão de meu Ser pode, em algum momento, ter causado dor ou desconforto. 
Eu perdôo... Por ter sido traída, julgada, mal tratada, hostilizada e subjugada por tantas mulheres. 
Perdôo as mulheres por ainda hoje criarem os futuros homens do patriarcado.
Perdôo por não ter sido acolhida em minhas fragilidades, por não ter sido aceita em minhas imperfeições e por não ter sido aceita em minha exuberância. 
Perdôo, e peço perdão. 
E aceito... Recebo minhas irmãs em meu ventre e meu coração... Me abro, recebo. Me abro, e acolho. Enquanto faço de minha alma o palco de uma revolução de flores. 
Sinto muito, me perdoe, obrigada e eu amo você. 

Que nossas armas e escudos sejam o amor, a união e o fortalecimento de nossa irmandade  o matrístico que nos salta, de dentro pra fora.

Por Morena Cardoso 
Para todas vocês, neste Dia Internacional da Mulher


25 de dez de 2017

Dica: Gengibre - Indicações, Suco e Chá






GENGIBRE, Zingiber officinalis, mangarataia

Na literatura etnofarmacológica há referência de seu emprego como remédio contra asma, bronquite e menorragia, porém sem comprovação científica. Sua análise fitoquímica mostrou a presença de 1 a 2,5% de óleo volátil, em cuja composição são encontrados citral, cineol, borneol e os sesquiterpenos zingibereno e bisaboleno, além de um óleo-resina rico em gingeróis – substâncias que são responsáveis pelo sabor forte e picante. O óleo essencial responde pelo aroma e ação antimicrobiana, que só aparece no rizoma fresco.


Outros constituintes químicos são açúcares, proteínas, vitaminas do complexo B e vitamina C. Os resultados de inúmeros ensaios farmacológicos citam como sua principal propriedade a ação estimulante digestiva, com indicação nos casos de dispepsia e como carminativo nas cólicas flatulentas; relatam também a sua ação antimicrobiana local, que encontra emprego no combate a rouquidão e a inflamação da garganta, além das ações: antivomitiva, anti-inflamatória, antirreumática, antiviral, uma intensa atividade antitussígena comparável ao de fosfato de diidrocodeína e, ainda propriedades antitrombose, cardiotônica, antialérgica, colagoga e protetora do estômago. (1)

Dica: Pode ser consumido no preparo de saladas e sucos.

CHÁ DE GENGIBRE

Ingredientes:
Gengibre
Cravo da Índia
Canela em pau
Aniz Estrelado
Açúcar cristal (ou demerara, ou mascavo)
Água filtrada

Modo de fazer:

Caramelise o açúcar com o cravo, a canela e o aniz para que soltem seus óleos essenciais e sabor. Em seguida acrescente um pedaço de gengibre (mais ou menos 2 cm) lavado e picado e deixe caramelisar também. Depois acrescente a água e deixe abrir fervura, então apague e sirva.

Todos ingredientes você pode utilizar a quantia que desejar (pouco ou muito – a seu gosto). Utilizando uma quantia de 01 colher de sopa de cada você fará 01 litro com certeza.

Pesquisado por: Regina Yassoe Fukuhara, aluna do Curso de Plantas Medicinais - Agnes' Natuterapias

Blog da Regina: http://saboresdomato.blogspot.com.br/